Fórum do Quarto Distrito

O Fórum do Quarto Distrito é um espaço que reúne moradores e trabalhadores do Quarto Distrito da Cidade de Porto Alegre. É chamado de 4º Distrito a região da cidade que vai do Centro Histórico até a Arena do Grêmio e fica entre o Rio Guaíba e a Avenida Cristóvão Colombo, envolvendo os bairros Navegantes, São Geraldo, Floresta e Humaitá. Trata-se de uma região que já foi o centro da atividade econômica da capital, e que por isso reúne um patrimônio histórico e cultural de grande riqueza.

Há décadas o Quarto Distrito está abandonado: com prédios vazios de um lado e muitos moradores sem casa de outro; com uma infraestrutura subutilizada de um lado, e comunidades inteiras sem as suas necessidades básicas atendidas, como água e saneamento básico, de outro; com econômicas criativas de um lado e trabalhadores invisibilizados de outro.

Diante desta realidade desigual e para muitos invisível é que estamos aqui. Queremos mostrar que, mesmo diante de um abandono de décadas, muita vida e muita historia se deu aqui. E que com muita resistência mantivemos este território vivo!

Convidamos à todos para conhecer a nossa luta, a nossa vida e a nossa realidade. Estamos em Luta pela nossa existência!

 

No dia 11 de setembro termina o prazo da lei municipal nº 10.531/2017 que permite a circulação dos Veículos de Tração Humana (VTH) em Porto Alegre. Se não for alterada ou revogada, a proibição afetará cerca de 7 mil pessoas que tiram seu sustento da atividade de coleta de resíduos recicláveis na cidade.

No vídeo ao lado você confere o vídeo “Médicos da natureza”, o qual conta com depoimentos de lideranças do quarto distrito, relatando a situação atual dos carrinheiros de Porto Alegre. O vídeo conta com depoimentos de José Soares, Mari Borges, Núbia Vargas e Rosi da associação Irmão Secchin. 

RELATÓRIO DA MISSÃO TRABALHO E MORADIA  NO 4º DISTRITO

Nos dias 30 e 31 de outubro de 2019, o Fórum realizou a Missão do Quarto Distrito, encarregada de visitar as comunidades da região que possuíam (e ainda possuem) demandas habitacionais e relacionadas ao trabalho. Foram visitadas nove comunidades, e a partir disso identificadas as questões de cada uma.

A carência de serviços públicos como saneamento básico, iluminação pública e distribuição de água adequada estavam presentes na maioria das comunidades, além das ameaças de despejo, ações de reintegração de posse e déficit habitacional.

Após o fim da Missão, o Conselho Estadual de Direitos Humanos emitiu recomendação ao governo do Estado e ao município de Porto Alegre com as demandas da região do Quarto Distrito.

Confira o relatório completo disponibilizado abaixo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS